Trio é preso em Corumbá depois de roubar caminhão

dezembro 18, 20209:39 am

Três pessoas, com idades entre 21 e 51 anos, foram detidas pela Polícia Militar acusadas pelos crimes de roubo; receptação; tráfico de drogas; sequestro e cárcere privado. O flagrante aconteceu por volta das 12h30 desta quinta-feira, 17 de dezembro, na estrada de acesso ao assentamento Taquaral, em Corumbá. De acordo com a PM, a vítima é um homem de 58 anos.

Durante ronda na parte alta da cidade, uma equipe da Força Tática do 6° Batalhão da PM, foi abordada pela vítima. Ele disse que teve o caminhão roubado no dia anterior. Contou ter sido contratado, no estado de São Paulo, para fazer um frete de mudança de Corumbá até Umuarama (PR). Ao chegar na cidade pantaneira, conforme combinado, parou no antigo posto faroeste (posto desativado) e aguardou os contratantes.

Pouco tempo depois, foi abordado por um homem e uma mulher que disseram onde deveria pegar a mudança. O casal informou que o levaria até o local, numa estrada rural. No trajeto, os dois pediram que parasse o caminhão e, nesse momento, uma terceira pessoa chegou armada com um revólver e anunciou o roubo.

O trio – dois homens e uma mulher – empurrou a vítima para fora do caminhão e a amarrou com cadarço de tênis. Apontando a arma para ele, os bandidos mandaram que ficasse ali por 1 hora, caso contrário o matariam. Ao conseguir se soltar, o motorista pediu ajuda e chegou a publicar nas redes sociais a foto do veículo roubado.

A Força Tática iniciou buscas pela região e, ao passar em frente ao lote 184, avistou o caminhão roubado dentro da propriedade rural. O homem, de 43 anos, que estava no imóvel, confessou que o veículo era produto de roubo e que o escondia para posterior venda na Bolívia. Também disse ter ajudado no roubo e entregou os outros dois participantes do crime, que foram localizados num mercado e num ponto de venda de drogas. Lá, a mulher, de 51 anos, foi flagrada com maconha, pasta base e cocaína.

Todos os acusados e a vítima, bem como o caminhão e as drogas, foram encaminhados ao 1° Distrito de Polícia Civil de Corumbá, que deve investigar se os autores podem ser os mesmos que no dia 04 de dezembro, aplicaram o mesmo golpe e mantiveram o motorista em cativeiro.

Diarionline

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários