Primeira suspeita de coronavírus é registrada em Corumbá

Março 17, 202012:36 pm

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que mais dois exames deram positivos, subindo para quatro os casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso do Sul. A SES monitora 33 casos suspeitos de coronavírus (Covid-19), um em Ivinhema, um em Nova Andradina, um em Corumbá, um em Sidrolândia e 29 em Campo Grande.

Os dois novos casos confirmados são de Campo Grande. Um homem de 46 anos, que deu entrada pelo Hospital da Cassems em 15 de março e um homem de 66 anos que foi notificado pelo Hospital Proncor em 14 de março. Anteriormente, foram confirmados uma mulher de 23 anos que procurou a UPA Leblon no dia 12 de março e foi contaminada após contato com um caso positivo no Rio de Janeiro. O outro caso é de um homem de 31 anos que procurou a UPA Coronel Antonino no dia 12 de março, que chegou recentemente de Londres e manteve contato com um caso positivo em São Paulo. Todos os casos estão sendo monitorados.

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 88 notificações de casos suspeitos do coronavírus em Mato Grosso do Sul, sendo que 51 casos foram desconsiderados para Covid-19. Destes, dez foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde. 41 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19.

Os 33 casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Lacen/MS, onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. O Lacen/MS começou a realizar os exames para Covid-19, após receber kits de testes do Ministério da Saúde.

A Secretaria de Estado de Saúde publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.

Primeiro caso suspeito em Corumbá

Diário Corumbaense apurou que o paciente com suspeita da doença, tem 36 anos e chegou recentemente de viagem aos Estados Unidos, país onde centenas de casos já foram registrados, inclusive com mortes. Ele mesmo procurou a Vigilância Epidemiológica no domingo (15) e foi feita a coleta de material para ser encaminhada ao Lacen, em Campo Grande.

A Secretaria de Saúde de Corumbá informou que o paciente teve quadro febril, mas passa bem, e está em isolamento domiciliar. Ele é monitorado pelos técnicos da Vigilância Sanitária.

O Município também ressalta à população, que o momento é de alerta e não de pânico. “Segundo informações do Ministério da Saúde, baseadas em pesquisas científicas, de 80 a 85% dos casos são leves e não necessitam de hospitalização com sintomas respiratórios semelhantes ao de uma gripe, devendo permanecer em isolamento domiciliar; 15% necessitam de internação hospitalar fora da unidade de terapia intensiva (UTI) e que menos de 5% precisam de suporte respiratório”, lembra nota da Secretaria Municipal de Saúde.

“A disseminação de notícias falsas fragiliza a população, portanto, a checagem das informações recebidas antes da sua distribuição para os grupos de contatos é a maior arma contra o pânico”, frisa a nota ao ratificar que as informações devem ser conferidas em veículos de comunicação confiáveis e nos sites oficiais dos governos municipal, estadual e federal.

Acompanhe os boletins periódicos no link: http://www.vs.saude.ms.gov.br.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários