Prefeitura e Estado firmam convênio para reformar Santa Casa de Corumbá

junho 26, 20189:26 am

O prefeito Marcelo Iunes e o governador Reinaldo Azambuja assinaram nesta segunda-feira, 25 de junho, o convênio que vai assegurar o investimento de R$ 11,9 milhões na Santa Casa de Corumbá. As obras, que serão licitadas pela Prefeitura de Corumbá, vão melhorar significativamente o atendimento oferecido aos moradores de Corumbá e Ladário.

 

“Reformar, ampliar e construir mais uma entrada e um novo Pronto Socorro era um anseio antigo da população corumbaense. Há mais de 40 anos que falavam em reforma e nunca dava certo. Estamos no caminho certo, com a pessoa certa: governador Reinaldo Azambuja que nunca mediu esforços para ajudar em todas as áreas possíveis”, destacou Marcelo Iunes.

 

O prefeito também agradeceu ao apoio da Câmara dos Vereadores e dos deputados Paulo Corrêa e Beto Pereira, que participaram do ato realizado no hospital. “Esse trabalho vai melhorar e muito o atendimento oferecido à nossa população. Teremos mais leitos, melhor estrutura e um pronto atendimento totalmente novo e bem equipado”, completou o chefe do Executivo municipal.

 

Conforme o governador Reinaldo Azambuja, o pedido para melhorias no prédio da Santa Casa surgiu da própria comunidade. “De pronto aceitamos, a Prefeitura fez um projeto e hoje assinamos convênio. Agora, ela vai licitar a obra e fazer uma reestruturação completa, que transformará o prédio em uma nova Santa Casa. Fazemos um governo que respeita as vontades locais”, afirmou.

 

Para o secretário de Saúde de Corumbá, Rogério dos Santos Leite, a intervenção no prédio contribuirá para melhorar o atendimento à população e a condição de trabalho dos funcionários, “beneficiando todo o setor de saúde e dando maior poder de resolução para a cidade”. Já para o secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra, o novo hospital ainda dará mais “dignidade a Corumbá, Ladário e toda a população pantaneira”.

 

Nas melhorias estão previstas as construções de um novo pronto socorro na esquina das ruas América e Sete de Setembro, com uma área física de 3.534,77 m² e estrutura para urgência e emergência de toda a região. A reforma do atual prédio do hospital inclui a construção de uma recepção geral, que atenderá o novo complexo, além de mais 30 leitos. Na maternidade, o aporte estadual vai possibilitar a reestruturação completa do centro obstétrico e da enfermaria.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários