Pistoleiros fuzilam casa de brasileiro em prisão domiciliar e cão é atingido

outubro 27, 20194:14 pm
Tiros de grosso calibre atingiram cachorro que estava no quintal (Foto: Divulgação)Tiros de grosso calibre atingiram cachorro que estava no quintal (Foto: Divulgação)

Pistoleiros que estavam em dois veículos fuzilaram a casa onde dormia o brasileiro Marcelo Valerio Benitez Peña, 23, em Pedro Juan Caballero, na madrugada deste domingo (27). Ele estava na casa do pai, em prisão domiciliar. Os tiros de fuzil atingiram toda a estrutura e durante o ataque morreu um cachorro que era da família.

Segundo o Porão News, o ataque ocorreu por volta das 00h45. Quatro homens com capuzes e armados com fuzis chegaram nos veículos até a casa, na Rua 14 de maio, no bairro Guarani em Pedro Juan Caballero.

No local dispararam várias vezes com armas calibre 9mm e fuzil 7.62. O proprietário, Claudio Marcelo Valério Peña, 49, disse à polícia que o alvo seria o filho.

Entenda – Conforme o site, no dia 5 de setembro, Marcelo foi preso pela polícia paraguaia junto com os brasileiros Jeferson Alves dos Santos, 31, Emmanuel Eduardo dos Santos, 31 e o paraguaio José Luís Gonzalez, 23.

Os quatro fugiram do Brasil e pediram refúgio à polícia paraguaia de Pedro Juan Caballero. Emmanuel era procurado por ordem emitida em Guairá (PR) e Jeferson tinha ordem de prisão emitida em Santa Catarina. Marcelo, segundo o site, cumpria prisão domiciliar após medida que substituiu determinação da polícia do Paraguai.

Quando foram presos, estavam com uma pistola calibre 9mm em um veículo Peugeot Blindada, cor preta, furtado com placas do Paraguai. A Polícia Militar de Ponta Porã identificou o veículo nas proximidades da rodoviária da cidade brasileira.

O grupo ainda tentou fugir, mas acabou preso depois de atravessar a fronteira. Em Pedro Juan Caballero foram detidos e o caso comunicado à Promotora de Justiça Camila Rojas que determinou a prisão.

Segundo o Porã News, investigadores da Divisão de Investigações Criminais de Casos Puníveis, com apoio da Polícia Técnica realizaram os trabalhos de praxe e recolheram evidências no local. Os investigadores também analisaram imagens de câmeras de segurança.

CG News

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários