Operação contra crime organizado volta na reabertura da fronteira com Bolívia

setembro 17, 202010:19 am

Começou a 12ª Operação Ágata, em Corumbá, a 428 quilômetros de Campo Grande.  A ação ocorre simultaneamente com a reabertura parcial da fronteira do Brasil com a Bolívia e tem o objetivo de reprimir o crime organizado. A operação não tem data para terminar.

Equipes realizam fiscalizações em Corumbá e Ladário, que dão acesso ao país vizinho, com foco em combater os crimes transfronteiriços  e reduzir a atuação do crime organizado, intensificando  a presença do Estado na região.

Conforme o site Diário Corumbaense, a ação é uma iniciativa do Ministério da Defesa, sob coordenação do Comando do 6º  Distrito Naval em conjunto com o CMO (Comando Militar do Oeste) e Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização como Força Nacional, Polícia Federal, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental e Polícia Civil.

As principais regiões de atuação das equipes são no Posto Esdras, no limite entre os dois países, estradas vicinais e o posto de fiscalização Lampião Aceso, às margens da BR-262.

Conforme o Ministério da Defesa, a Operação Ágata desde 2017 era realizada de forma simultânea em todas as fronteiras do Brasil, mas agora ela é pontual, sem data prevista para ser realizado e sem prazo para terminar.

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários