Médico boliviano é terceiro profissional da Saúde morto pela covid-19 em Corumbá

julho 27, 202010:32 am

Morreu ontem (26), em Corumbá, o médico boliviano Hugo Roberto Colombo Aguilera, aos 65 anos, vítima da covid-19. É o terceiro óbito de profissional da Saúde na cidade pantaneira, que ultrapassou a marca dos mil casos confirmados no fim de semana.

Aguilera estava internado desde o dia 20 de julho, na enfermaria da Santa Casa de Corumbá. O diagnóstico positivo para novo coronavírus, via exame RT-PCR, veio três dias depois. O médico teve piora no quadro de saúde e foi transferido para leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas não resistiu e morreu no fim da manhã deste domingo (26), às 11h30. Ele era hipertenso.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde corumbaense, Aguilera atendia na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) local, mas estava afastado por fazer parte de grupo de risco à covid-19. O médico vivia em Puerto Quijarro, na Bolívia, portanto sua morte entra na estatística do país vizinho.

Nas redes sociais, o secretário de Saúde de Corumbá e presidente do Cosems (Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Estado), Rogério Leite, lamentou a morte de Aguilera.

Hoje venho dizer muito obrigado ao Dr. Hugo, por fazer parte da rede  e ajudar levar  saúde aos munícipes! Descanse em paz!! Meus sentimentos a todos amigos e familiares!”, escreveu Leite.

Segundo dados da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Corumbá soma 29 mortes por novo coronavírus e acumula 1.004 casos – salto de 76,4% em apenas 15 dias.

Destes, 45 casos são entre profissionais de Saúde. Só na última semana, entre os dias 19 e 25 de julho, sete trabalhadores da área foram diagnosticados com covid-19 em Corumbá.

O município ao Norte de Mato Grosso do Sul é o quarto com maior número de ocorrências da doença entre profissionais da Saúde, atrás de Campo Grande (1.466), Dourados (388) e Chapadão do Sul (51).

Em todo o Estado já são 2.337 casos confirmados entre funcionários da área, com oito mortes.

 

– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários