Marinha inaugura canil e cães ajudarão no combate ao tráfico de drogas

Janeiro 25, 201911:47 am

A fronteira do Brasil com a Bolívia passa a contar com mais cinco aliados no combate aos crimes de tráfico de drogas e armas. Trata-se de cães, que integram a Seção de Cães de Guerra e o Canil Lobão, inaugurado pelo Comando do 6º Distrito Naval, em Corumbá, a 419 km de Campo Grande.

Conforme o Diário Corumbaense, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário (GptFNLa) coordenará o canil e segundo o comandante, capitão-de-fragata, Cláudio Zupo Valente, os cachorros estão em fase de adestramento, porém com uma evolução surpreendente.

“Estamos reforçando a capacidade operativa para o Grupamento de Fuzileiros Navais, com o emprego desses cães, que irão atuar na detecção de entorpecentes que é o nosso projeto inicial e depois podemos adestrá-los para detecção de armas, explosivos e outras situações”, explicou Cláudio Zupo.

O contra-almirante Carlos Eduardo Horta Arentz disse que os cães terão papel fundamental nas ações da corporação na região de fronteira.

“Temos uma área de jurisdição que acomoda os estados de MS e MT, e, com essa capacidade que agora estamos nos ajustando, os cães poderão dar apoio na repressão ao tráfico e também em atividades no âmbito específico da defesa do território, atuando em parceria com outros órgãos de segurança pública”, afirmou o contra-almirante Arentz.

Trabalho de adestramento – Atualmente, o canil conta com cinco cães em fase de adestramento, sendo quatro filhotes da raça Pastor Belga Mallinois e um filhote da raça Border Collie. Desse total, três animais vieram do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, um do Rio de Janeiro e outro de um canil de Campo Grande. Todos os cachorros foram doados ao 6° Distrito Naval de Ladário.

Fonte: Campo Grande News

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários