Exposição de fotos no Fórum de Corumbá chama atenção para importância da adoção

setembro 11, 20199:07 am

O Fórum de Corumbá, localizado na rua Vinte e Um de Setembro, está recebendo exposição de fotografia, que retrata famílias que nasceram do “parto judicial”, ou seja, pais que resolveram partir para a adoção, transformando a vida, mais especial do que já era com a chegada dos seus filhos.

A exposição “Nasce uma Família”, idealizada e promovida pela Coordenadoria da Infância e da Juventude (CIJ), é a demonstração da poesia não dita e revelada em fotografias que aquecem os corações e causam a inquietação necessária para o tema Adoção. A ação faz parte da campanha do Dia Nacional da Adoção e tem o objetivo de fazer com que as pessoas que visitem a exposição e até mesmo aquelas não envolvidas com o tema, possam refletir sobre a adoção de crianças e adolescentes. É esse gesto que possibilita o surgimento de uma nova família.

O juiz titular da Vara da Infância e Juventude, Maurício Cleber Miglioranzi Santos, ressaltou que o projeto é de extrema importância e tem como um dos focos, desmistificar os “olhos” negativos o qual a sociedade ainda tem sobre a adoção.

“A ideia é reforçar o apoio da Justiça à causa da adoção. Temos aqui em Corumbá um grupo de apoio, constituído há três anos e que tem sido parceiro da Justiça na desmistificação dos antigos dogmas da adoção, no qual chamamos de adoções necessárias, como as superiores a três anos, crianças com necessidades especiais. É um trabalho que a Justiça da Infância e Juventude de Corumbá vem fazendo, para que nossas crianças e adolescentes que estão nas Casas de Acolhimentos,  não sejam invisíveis aos olhos da sociedade, onde elas são afastadas de suas famílias por medidas de proteção que a Justiça tem que intervir”, explicou.

Divulgação

Exposição está percorrendo todas as Comarcas de MS

Ainda conforme o magistrado, grande parte dessas crianças anseia por vinculação de um convívio familiar. “Que engloba um padrinho, um adotante que possibilite  esse contato familiar que a sociedade corumbaense e ladarense precisa lembrar. É preciso participar, fomentar também o projeto Padrinho que engloba as duas cidade”, concluiu.

A exposição

A mostra aborda momentos de casais héteros e homoafetivos, pais ou mães solteiros, famílias que adotaram grupo de irmãos, adoção tardia ou adoção inter-racial. É apresentada ao público uma variedade de histórias de vida que foram transformadas pelo nascimento de uma família por meio da adoção.

As fotos são fruto dos trabalhos de percepção dos fotógrafos Alexis Prappas, Allan Kaiser, Beatriz Terra, Beto Nascimento e Leonardo T. Vieira.

A exposição permanece no Fórum de Corumbá até o final de setembro, de segunda a sexta-feira, das 07h às 19h.

 

Diarionline

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários