Corumbá lança campanha de combate ao feminicídio neste sábado

Maio 30, 201910:47 am

A Coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher vai trabalhar intensamente este ano a Campanha de Combate ao Feminicídio. O lançamento está previsto para acontecer neste sábado, 01 de junho, durante o Cidadania em Ação que será desenvolvido pela Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, no Distrito de Albuquerque.

 

A campanha em nível estadual teve sua abertura na segunda feira, dia 27, em Campo Grande, com a presença do governador Reinaldo Azambuja. A coordenadora de políticas públicas para a mulher, Wânia Alecrim esteve presente e afirmou que o município de Corumbá será parceiro nas atividades a serem desenvolvidas.

 

“O objetivo da campanha é sensibilizar e conscientizar toda a sociedade das consequências da violência contra a mulher, inclusive, a morte e divulgar os serviços e mecanismos legais de proteção à mulher em situação de violência”, afirmou Wânia. Ainda segundo ela, “o Combate ao feminicídio em Mato Grosso do Sul, precisa, de forma coletiva, avançar, envolvendo parceiros para prevenção, proteção e punição aos agressores, além do fortalecimento do apoio integral às mulheres vítimas de violência”.

 

A escolha do dia 1º de junho para o lançamento da campanha em Corumbá tem um motivo forte. É a data em que se instituiu, através de lei, o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio no Estado. Foi no dia 1º de junho de 2015, que Isis Caroline de 21 anos, foi brutalmente assassinada por seu companheiro, deixando suas duas filhas, ainda crianças, para a mãe cuidar. Esse fato gerou muita comoção e acabou transformando a data em um ponto de partida para se dar um basta à violência contra a mulher.

 

Durante a campanha que será desenvolvida entre 01 e 07 de junho, a coordenadoria pretende realizar blitz educativa, rodas de conversa nas escolas e na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, e palestras. Além disso, está prevista uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores alusiva às atividades e de apoio ao combate ao feminicídio.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários