Agepan notifica concessionária para melhoria do transporte em Ladário

Março 21, 20199:38 am

 Em continuidade às ações para melhorar o transporte público rodoviário na linha Ladário-Corumbá, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) notificou esta semana a Viação Canarinho para providências, e solicitou à Prefeitura do município o calendário de recuperação das vias. A empresa terá que corrigir as irregularidades constatadas. Já do Município, a Agência espera o detalhamento de informações sobre o restauro anunciado para as ruas que formam o itinerário da linha.

Investimentos e ações de manutenção na frota de veículos e na infraestrutura viária são os dois principais gargalos a serem enfrentados para reverter a atual condição do serviço, alvo constante de reclamações dos usuários. No dia 8 de março, equipe de auditoria da Agepan realizou uma fiscalização extraordinária e, posteriormente, se reuniu com representantes da empresa, da Prefeitura e da Câmara de Vereadores. Conforme compromisso discutido, a concessionária e o poder público precisarão tomar uma série de providências.

A má qualidade no transporte é fonte de queixas dos usuários e questionamento do Ministério Público. “Os problemas comprometem a segurança dos veículos, provocam quebras, geram atraso e descumprimento de horários. É necessária a adoção de medidas urgentes”, destaca o diretor de Transportes da Agepan, Ayrton Rodrigues.

Para, conjuntamente, acompanhar a realização dos compromissos firmados com a Prefeitura, a Agência requereu o cronograma da realização do serviço de manutenção, patrolamento e recapeamento do percurso da linha intermunicipal entre Ladário e Corumbá, que envolve trajeto dentro do município de Ladário.

Ao mesmo tempo, as atividades de inspeção e vistoria da frota da Viação Canarinho irão continuar. A concessionária está sendo notificada quanto às irregularidades encontradas e providências a serem tomadas.

  1. Sobre a frota de veículos
  2. Disponibilizar frota de veículos constituída por, no mínimo, seis ônibus, sendo quatro para a operação da linha propriamente dita e dois de reserva.
  3. Manter um dos veículos de reserva próximo ao Terminal de Transbordo em Corumbá, em local devidamente autorizado.
  4. Manter regularizado junto à Agepan toda a frota de veículos, atendendo a regulamentação em vigor, especialmente com relação à realização de vistoria a cada seis meses.
  5. Corrigir, imediatamente, as não conformidades constatadas nos veículos da frota, apontadas pela equipe de fiscalização por ocasião da visita técnica.
  6. Toda a frota de veículos em operação deverá obedecer a uma padronização visual.
  7. Sobre a limpeza e conservação dos veículos
  8. Efetuar limpeza diária de cada veículo, antes do início da operação.
  9. Efetuar ao menos uma vez por semana uma limpeza geral com produtos adequados à remoção das incrustações de poeira e de minério, principalmente no piso, nas portas e nas plataformas de elevação.
  10. Sobre a operação da linha
  11. Cumprir fielmente o esquema operacional da linha, especialmente na execução dos horários e percurso do trajeto.
  12. Sobre a acessibilidade
  13. Atender todos os requisitos para a acessibilidade estabelecidos na legislação em vigor, aplicável aos ônibus de características urbanas.
  14. Manter todos os itens integrantes dos equipamentos de acessibilidade em plena funcionalidade, em especial as plataformas de elevação, que serão limpas e lubrificadas periodicamente, assegurando-se o seu perfeito desempenho.

Também foram determinadas adequações e correções na oficina da empresa, para dar mais agilidade e segurança aos serviços.

Em 15 dias, a Agepan deverá realizar nova visita técnica, para acompanhamento e avaliação das medidas adotadas pela transportadora.

Gizele Oliveira – Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan). 

Foto: Divulgação.

Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários