Ação de combate Aedes aegypti acontece nesta sexta e sábado no Jardinzinho

dezembro 14, 201810:30 am

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza na sexta-feira e sábado, dias 14 e 15 de dezembro, uma grande ação de combate a Dengue, Zika e Chikungunya na região do Jardinzinho, bairro Jardim dos Estados.

 

Nos dois dias, as atividades contarão com apoio de equipes da Fundação do Meio Ambiente do Pantanal; Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos; Secretaria Municipal de Assistência Social e também do Conselho Municipal de Saúde.

 

Na sexta-feira, 14, será realizada uma roda de conversa entre técnicos da Prefeitura e comunidade no período das 07h30 às 10 horas, na Igreja Assembleia de Deus – Ministério de Belém. Já no sábado, dia 15, das 07h30 às 11 horas, será realizado mutirão para fazer a retirada de materiais que podem servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti – transmissor dessas doenças.

 

O perímetro do Mutirão de sábado abrange as ruas Rio Grande do Sul, Alan Kardec e Pará. Ação semelhante foi realizada no sábado, 08 de dezembro, na região dos Cravos I e II, no bairro Cravo Vermelho.

Dengue

 

De acordo com Boletim epidemiológico da Vigilância em Saúde mostra que durante a Semana 48 de 2018 (referente ao período de 25 de novembro a 1° de dezembro), em Corumbá foram notificados178 casos de Dengue, destes 09 foram confirmados. A dengue é uma doença febril aguda, de origem viral e de evolução benigna na forma clássica, e grave quando se apresenta na forma hemorrágica. Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença viral que se espalha rapidamente no mundo.

Vírus Zika

 

Até a semana 48 foram notificados 19 casos de Zika e 01 caso confirmado no Bairro Cristo Redentor. A Zika é uma doença viral aguda, transmitida principalmente, pelos mosquitos Aedes Aegypti e Aedes albopictus, caracterizada por exantema manchas avermelhadas na pele, febre, vermelhidão nos olhos, dor nas articulações, dor de cabeça e dores musculares. A maior parte dos casos apresentam evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após 3-7 dias.

Chikungunya

 

Até a semana 48 foram notificados 37 casos de Chikungunya destes, 04 casos foram confirmados. A transmissão se dá através da picada de fêmeas dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus infectadas pelo vírus. Casos de transmissão vertical (transmissão da mãe para o filho durante a gestação ou durante o parto) podem ocorrer e, muitas vezes, provocam infecção neonatal grave. Pode ocorrer também transmissão por via transfusional (transfusão de sangue), considerada rara de acordo com protocolos analisados.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários