MEC corta R$ 29,7 milhões do orçamento da UFMS

Maio 3, 201910:23 am

Com o anúncio do MEC (Ministério da Educação) sobre o corte de 30% de verbas de todas as universidades federais, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) deixa de receber R$ 29,7 milhões em 2019. A redução deve afetar todas as atividades da universidade, com o corte de R$ 28,7 milhões no custeio e R$ 995 mil de investimento.

De acordo com nota divulgada pela UFMS, o corte atinge a manutenção e o funcionamento de toda a universidade. Projetos de ensino, pesquisa, extensão, empreendedorismo e inovação serão prejudicados. O reitor Marcelo Turine afirma que será preciso ‘criatividade’ para manter o funcionamento da UFMS. “Vamos ter de nos unir mais, repensar todos os editais de apoio e criar estratégicas criativas e inovadoras para manutenção do funcionamento da nossa UFMS”, disse.

A UFMS oferece 116 cursos de graduação e 61 de pós-graduação e está presente em 21 cidades de Mato Grosso do Sul, logo é a maior instituição pública de ensino superior do estado. São 2,8 mil professores e técnicos administrativos para atender 23 mil estudantes.

Uma reunião emergencial da Reitoria com todos os pró-reitores será realizada na sexta-feira (3) para definir exatamente quais as estratégias e ações de contingência serão tomadas.

“Neste momento, destacamos que toda a comunidade científica e a sociedade sul-mato-grossense estão atentas, tendo em mente a certeza do trabalho de excelência realizado pela gestão da UFMS, comprovado pelos indicadores e reconhecimento em Mato Grosso do Sul e no Brasil”, finalizou o reitor.

Fonte: MidiaMax

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários

comentários